Periodontia e mau hálito

Periodontia e mau hálito

O mau hálito pode está relacionado às doenças das gengivas

Mau hálito: algumas pessoas sofrem com esse problema. Um sorriso belo e saudável vai além da cor, do alinhamento dos dentes e ausência de cáries. O hálito tem um papel fundamental nessa harmonia. Sua pureza e frescor indicam que o cuidado com a saúde bucal está em dia. Já o mau hálito pode revelar problemas, principalmente nas gengivas. Uma das causas do mau hálito são as doenças periodontais (das gengivas), principalmente a Peri-odontite. Quando há comprometimento ósseo e bolsas periodontais, com inflamações dos tecidos, bactérias se concentram e proliferam, alimentando-se da proteína do sulco gengival, da saliva, de cáries e de outras bactérias O processo ocasiona cheiros desagradáveis que caracterizam o mau hálito.

Sintomas que podem revelar as doenças de gengivas:
– Mau hálito constante;
– Vermelhidão e inchaço das gengivas;
– Flacidez gengival;
– Sangramento durante o uso de fio dental ou escovação;
– Retração;
– Gengival (a raiz dos dentes aparecem, fazendo parecer mais longos e causando muita sensibilidade no dente).

Em casos mais graves também pode aparecer na pessoa:
– Sangramento espontâneo da gengiva, em alguns casos durante o sono;
– Secreção de pus ao redor dos dentes e na bolsa gengival;
– Perda dos dentes.

Muitas pessoas costumam ter sangramento nas gengivas, quando escovam os dentes ou passam o fio dental e acham normal. Atenção: ao contrário do que muita gente imagina, isso não é normal, nem inofensivo. Indica que o tecido da mucosa bucal está inflamado e é o primeiro estágio de um processo infeccioso que pode resultar no estágio final da doença periodontal (de gengiva): a perda do dente. Quando nada é feito, ou seja, o paciente não procura o consultório do dentista, a infecção vai se espalhando e comprometendo as estruturas que sustentam os dentes e, em casos mais graves, os dentes ficam frouxos e, a pessoa acaba perdendo o dente.