Cirurgia de dente incluso

Cirurgia de dente incluso

O dente siso, ou terceiro molar ou ainda “dente queiro”, ou como é conhecido por alguns como o “dente do juízo”, é o último dente a nascer e, pode provocar uma série de complicações.

Lá pelos 18 ou 20 anos, quando a era das espinhas chega ao fim e começa a cobrar do (a) jovem postura de adulto, o último dos dentes molares, erupciona (nasce). Em alguns casos o siso pode ser sinônimo de problemas, isso porque os demais dentes já estão crescido e nos devidos lugares, podendo então não haver espaço para os dentes sisos nascerem.

Assim, por não haver espaço para o dente siso nascer, ou em outros casos ele “aparece” mas não erupciona totalmente e ainda os casos mais graves, que são bastantes comuns, diagnosticado como dente incluso (que pode ficar embaixo do osso).

Em todos os casos abrem brechas para problemas. Mesmo só uma ponta do dente nascendo já basta para permitir :- Entrada de bactérias que deflagram inflamações na gengiva à infecções;
– Pode também causar reabsorção da raiz dos dentes vizinhos (como o dente não conseguiu nascer, ele “empurra” os dentes vizinhos; deixando-os tortos e causando dores nas articulações (ATM);
Em casos mais graves, podem surgir cistos Nesses casos recomenda-se extrações. O dente siso só é deixado “quieto”, quando
consegue nascer sem causar tormentos.